21 de abril de 2008

Café c/Sentido - GRIP

Este mês, Be Yourself conversou com três elementos do GRIP num café algures no centro do Porto.


O GRIP - Grupo de Reflexão e Intervenção do Porto, criado em 2005, é um grupo de interesse integrado na Associação ILGA-Portugal, que se pretende constituir como uma resposta de âmbito local para as questões gays, lésbicas, bissexuais e transgénero a partir da cidade do Porto.
É um grupo heterogéneo de elementos, que têm em comum o interesse pela temática e a vontade de intervir no combate à homofobia ou a discriminação de género, nas suas diversas manifestações.
Todos os anos são vários os projectos em agenda: encontros, debates, ciclos de cinema, acções de educação sexual nas escolas, parcerias com outras entidades, intervenção política, entre outras iniciativas.

Em reuniões periódicas analisam e distribuem tarefas para concretizarem os objectivos propostos. A vontade de criar é imensa, a motivação também, contudo falta-lhes mão-de-obra, pois os 4 elementos responsáveis estão limitados não só ao tempo que lhes resta além da vida profissional e pessoal como também, pelas questões logísticas que envolvem um projecto desta envergadura.
Com um espaço físico amavelmente cedido como sede de trabalho e sem fins lucrativos, gerem uma página na Internet, uma mailinglist e uma já invejável agenda de eventos. Nos esporádicos encontros sociais, procuram conhecer e cativar elementos novos, esclarecendo dúvidas e cimentando amizades, promovendo sempre as actividades do GRIP. “É necessário que cada vez mais pessoas participem não só nos eventos sociais mas também nas reuniões de discussão!”
A vontade de contribuir para a mudança é enorme, as ideias surgem constantemente mas a falta de meios não lhes permite avançar tanto e com a rapidez que gostariam, “temos um alcance limitado, provavelmente teríamos mais colaborações se chegássemos a mais pessoas! Por isso mesmo apelamos a que as pessoas se inscrevam na nossa mailinglist - grip.ilga@gmail.com. (…) Estamos receptivos a qualquer tipo de ajuda, seja ela monetária (tornando-se associado) ou até mesmo participações esporádicas que não exijam grande disponibilidade de tempo como por exemplo a elaboração de flyers para algumas das nossas actividades. A maior necessidade é mesmo recursos humanos!”


Entre as inúmeras actividades já desenvolvidas pelo GRIP, Be Yourself destaca:

- Ciclo de Cinema de temática LGBT em colaboração com a Associação Cinema Invisível e com a presença da psicóloga Gabriela Moita, uma representante da Associação para o Planeamento da Família e o realizador do documentário projectado na mesma ocasião (Bar Pinguim);
- Marcha nacional do orgulho LGBT em 2005, subordinada à temática comum da reivindicação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo; Participação na 2ª Marcha de Orgulho LGBT no Porto;
- Organização de diversos debates dos quais destacamos “Conversas fora do Armário”, Debate sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo, “Identidade e Cidadania: o activismo gay e lésbico”, "Diferentes entre diferentes - deficiência e orientação sexual";
- Participação na vigília de homenagem à transexual Gi e colaboração numa campanha de recolha de fundos neste âmbito;
- Recolha de assinaturas para uma petição sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo que já foi entregue na Assembleia da República;
- Participantes em alguns debates, entre os quais destacamos: debate da Academia de Espectáculo do Porto, na estreia da peça 'The Laramie Project', com encenação de Diogo Infante, "As uniões de facto e o casamento: para onde tende a descriminação?", “Conversa Aberta – Sexualidade: uma vivência saudável na adolescência”, “Discriminar não é Humano”, 'Conversa Aberta - Sexualidade: Sua Construção e Pluralidade - Riscos no Espaço Online', “Nem menos, nem mais: Direitos iguais!”;
- Entrevista para a RTP a propósito de um documento do Vaticano que proibia a ordenação de homossexuais;
- Defendeu o voto pelo Sim no referendo do dia 11 de Fevereiro sobre a interrupção voluntária da gravidez (IVG);
- Organização do Workshop ILGA e GRIP subordinada ao tema Perspectivar a Transsexualidade no Activismo LGBT com a participação de Filipe Tisco (rede ex aequo), Luísa Reis (GRIP) e moderação de Telmo Fernandes - GRIP - (Porto);
- Duas caminhadas - Gerês / Fisgas de Ermelo;
- Organização de diversos Encontros/Jantares de Convívio.

Para 2008 estão previstos vários eventos, tais como mais um ciclo de cinema; a comemoração do aniversário do GRIP; a participação da Marcha de Orgulho LGBT do Porto e várias actividades de convívio.

Terminam com um apelo “Não tenham vergonha, participem. Todos temos algo a oferecer mesmo quando não nos apercebemos disso!”.

1 comentário:

Mariana O. disse...

Só para deixar os parabéns pelo excelente trabalho do GRIP. Um bem haja a todos os que dão a cara por este grupo.

Felicidades...